Novembro'22
Intestinal ultrasound is accurate to determine endoscopic response and remission in patients with moderate to severe ulcerative colitis: a longitudinal prospective cohort study

Floris de Voogd, MD, Elsa A. van Wassenaer, MD, Aart Mookhoek, MD PhD, Steven Bots, MD, Sara van Gennep, MD, Mark Löwenberg, MD PhD, Geert R. D’Haens, MD PhD, Krisztina B. Gecse, MD PhD

Gastroenterology. 2022 Aug 24:S0016-5085(22)00966-0
DOI: https://doi.org/10.1053/j.gastro.2022.08.038



Highlights



O estudo prospetivo publicado por de Voogd et al. incluiu doentes com colite ulcerosa (CU) moderada a grave que começaram terapêutica com tofacitinib (10mg bid) e comparou dados da ecografia da parede intestinal (IUS - espessamento da parede intestinal [BWT]), com achados endoscópicos (Endoscopic Mayo Score e endoscopic index for severity) e histológicos (Robarts Histopathologic Index), iniciais e às 8 semanas de terapêutica.

O objetivo principal do estudo foi comparar BWT na sigmoide em doentes com e sem melhoria endoscópica neste segmento. Os objetivos secundários foram verificar BWT na sigmoide e no cólon descendente em doentes com e sem resposta endoscópica, remissão endoscópica, resposta histológica e remissão histológica.

Dos 30 doentes incluídos, 27 terminaram o follow-up de 8 semanas. BWT avaliado por IUS apresentou correlações fortes e moderadas com os scores endoscópicos e histológicos. Doentes com resposta, melhoria, e remissão endoscópica apresentaram BWT significativamente inferior a doentes sem estes critérios. Verificou-se a mesma tendência para doentes com e sem remissão histológica, mas esta diferença não foi estatisticamente significativa.
 
Foi possível definir os valores de BWT com melhor acuidade para predizer remissão endoscópica (2.8 mm; AUC 0.87), melhoria endoscópica (3.9 mm; AUC 0.92) e resposta endoscópica (diminuição de 32%; AUC 0.87).

A análise por camadas da parede intestinal permitiu verificar que a submucosa era a camada mais espessada. Estes achados estão em conformidade com outros trabalhos que mostram edema significativo da submucosa em doentes com CU e peças de colectomia com fibrose da submucosa.

O coorte pequeno, o facto de considerar resposta apenas a um fármaco e num timepoint potencialmente curto, limita a extrapolação destes resultados.


Se pretender o artigo, contacte-nos.

 
Agenda
01 de março de 2023
21st ECCO Intensive Course for Trainees in IBD
De 19 de abril a 21 de abril de 2023
Reunião Anual GEDII
De 25 de maio a 28 de maio de 2023
5 Nations Meeting in IBD
©2022 GEDII - Grupo de Estudos da Doença Inflamatória Intestinal | Todos os direitos reservados | Links úteis | Termos e condiçoes
Desenvolvido por DogmaSis